Tudo sobre coreografia está aqui…

Últimas

Fotos e mais fotos do marcante CONGRESSO


Acessem nosso BLOG dos ADOLESCENTES, regulamente atualizado !!

conquistadores-de-promessas.blogspot.com

E nos adicionem no ORKUT –> http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=ls&uid=8129561499542137767   

Esse é o 2º ano que o GRUPO LOUVARTE dança e adora ao SENHOR no Congresso dos adolescentes !!

Se quizerem entrar em contato conosco nos mande um e-mail: GRUPO.LOUVARTE@HOTMAIL.COM

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deus os abençoe !!

Anúncios

XIII Congresso da UAADMAHERC 2011


Mais uma vez, DEUS nos surpreendeu nesse congresso !!

Pensaríamos que fosse um pouco difícil nos ensaios com as novas integrantes, mas Deus novamente nos mostrou que

Ele não Escolhe os capacitados mas capacita os ESCOLHIDOS !!!!

Foi uma beeenção, para GLÓRIA de DEUS !

Vejam esses vídeos…

Aaaah, pessoal, mudamos agora o Visual do nosso BLOG, ok??

É sempre bom dar uma renovada !

Sentiremos SAUDADES !!


O Grupo Louvarte agora está com novas integrates, já que saíram duas pedras preciosas do nosso Grupo !!

Mas temos certeza, que Deus vai continuar a abençoar vocês, pois Ele tem o melhor para vida de cada uma !

Amamooooos VOCÊEEEES !!!

SARA CRISTINA  e  JULIANA BARRETO

     

Agora as novas integrantes são :

•  Paloma

•  Viviane

•  Jordânia

•  Thaís

Grupo Louvarte 1 ano de Adoração !!


Veja algumas fotos do Grupo Louvarte dançando e louvando em algumas igrejas durante o ano de 2011…

O Senhor tem nos abençoado abundantemente, Hoje completamos 1 ano que de Ministério !!

Este slideshow necessita de JavaScript.

A importância da vida no Altar


Bom Dia Adoradores,
Hoje vou falar um pouquinho sobre a vida consagrada.

Muitos levitas não possuem um real entendimento da verdadeira importancia de ter uma vida consagrada no altar de Deus. Muitas vezes, as pessoas vão a frente ministrar louvor, com musica ou danças, ou vão pregar, e não estão devidamente preparadas espiritualmente. Muitas nem sabem o que é estar com o altar em ordem para servir.

Bem, quando servimos num ministerio, ou seja, somos “mordomos” de Deus, ou tambem, somos “vaso” de Deus, precisamos estar o tempo todo disponíveis e “em ordem” para que Deus possa nos usar. Para que o vaso esteja disponível, ele precisa estar vazio e limpo, não pode estar rachado nem trincado, assim Deus pode usar para o fim que Ele quizer.

O vaso somos nós. Precisamos deixar de lado as nossas “fórmulas” e o “meu jeito” de fazer as coisas. Pra Deus isso não tem valor. É preciso estar vazio do “EU” pra Deus nos usar como ELE quer.

É preciso estar Limpo por dentro. Subir ao monte do Senhor com coração puro e limpo de mãos (Sl 24: 3-4) Significa estar limpo do pecado. Só o Sangue de Jesus nos purifica de todo pecado. Portanto, precisamos nos arrepender, e DEIXAR a pratica do pecado.

O vaso rachado representa as marcas profundas que trazemos das circunstancias da vida, que nos magoa, nos decepciona, nos tira a paz, nos “quebra” por dentro. Essas experiências devem ser entregues todas no altar de Deus. Deus tem pra nós novidade de vida, vida em abundância. Não podemos deixar essas marcas escondidas em nosso coração.

Qdo vamos a frente da igreja para ministrar, nós estamos ali entregando uma mensagem de Deus. Somos um canal de Deus. Para que a mensagem chegue aos ouvintes, é preciso que o canal esteja livre.
È como tomar suco natural de canudinho. Quando o canudo entope com as fibras do suco não conseguimos tomar o suco. Você faz força mas com o canudo entupido, vc não consegue tomar o suco. Da mesma forma, nós somos o canudinho. Se estamos com nossa vida “entupida” por pecados, pelo “EU”, ou por feridas não tratadas, etc… Não vamos conseguir ser bênção, não teremos nada de Deus para o povo.

Nossas vidas são uma fonte a jorrar. A Palavra diz que de uma fonte não pode jorrar aguas doces e amargas ao mesmo tempo (Tg 3:11). Uma vida consagrada a Deus deve vigiar nestes aspectos.

Se você é ministro de Deus, seja na dança, na musica, na Palavra, saiba que você é um representande de Deus na terra. Um embaixador do Reino de Deus.  Deve ministrar sobre os povos e genuina Palavra de Deus, que salva, cura e liberta. Muito mais que uma “aparencia” de santidade, para servir em um ministerio é preciso, de fato, ter uma vida de busca incessante.

Para ter o que servir ao povo é preciso ter em nós.  Se buscamos unção de Deus, comunhão com o Espírito Santo, Deus nos enche e assim teremos unção de Deus para o povo. As aguas do Espírito fluirá nas nossas ministrações, se tivermos nossas vidas livres de impedimentos.

Adoradores consagrados à Deus


 

Para sermos adoradores do altar de Deus, precisamos pagar o preço de renunciar a nós mesmos:

Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.  – Romanos 12:1-2

1. Sacrifício diante do altar de Deus
Todo sacrifício é gerado por uma renúncia, e para andarmos em consagração para Deus precisamos exercer a maior de todas as renúncias, ou seja, nos despojar de nós mesmos, de nossas próprias vontades, dos impulsos de nossas almas. (Provérbios. 16:1).

É nesse sacrifício que o Senhor nos fala através de Paulo em (Romanos 12:1): “Que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus”, Ele está falando do nosso próprio corpo, das nossas atitudes puras diante d’Ele, pois sabemos que de acordo com a lei no AT, ao sacrificar um animal, o sacerdote deveria matá-lo, cortá-lo em pedaços, e colocar sobre o altar. O sacrifício naquela época era de vital importância para o culto a Deus, e mesmo assim, no Antigo Testamento, Deus nos deixa claro, quando Ele fala através do profeta Samuel em direção a Saul que: “O obedecer é melhor do que o sacrificar” (1º Samuel 15:22) e através de Davi em (Salmos 40:6-4).

Se quisermos ser encontrados fiéis e acharmos graça diante dos olhos de Deus, precisamos mudar as nossas atitudes, obedecer sem questionar, pois o obedecer não depende do concordar. Muitos erros acontecem por permitirmos que entrem setas de orgulho, soberba, ‘achismos’, engano, e etc, pelas brechas em nosso coração. E as direções que tomamos em nossa vida automaticamente mudam, pois os alimentos que nossa alma recebe nos tornam construtores de novos caminhos.

O nosso Deus é um Deus de perdão, de misericórdia e Ele está disposto a restaurar as brechas, concertar os caminhos tortuosos e nos entregar caminhos de vida. (Deuteronômio 30:1-6).

2. Renunciando as obras da carne
A palavra nos diz, em João 4:23, que “O Senhor busca verdadeiros adoradores que o adorem em Espírito e em verdade” e esses precisam renunciar às obras da carne. (Gálatas 5:19-21).

Como adoradores precisamos ter os nossos corpos separados a Deus, pois eles são instrumentos pelo qual proclamamos Sua glória. Logo, não podemos servir a dois senhores; ou proclamamos em nosso estandarte que Jesus é o Senhor, ou Satanás tomará conta do trono em nossa vida. (Lucas 16:13).

O Senhor nos fala claramente em Sua palavra que não devemos voltar à prática das coisas velhas, pois n’Ele tudo se fez novo. (2º Coríntios 5:17). Toda a nossa conduta deve ser respaldada por seus princípios, sendo assim, não tem como o adorador de Deus render adoração através do prostrar, aplaudir e mover-se para Deus, mas ao mesmo tempo para satanás.

3. Renunciando a prostituição

Estamos vivendo em um tempo onde temos presenciado a glória do Pai através da pura adoração, onde pessoas são curadas por meio da adoração a Deus. É tempo de vermos coxos andando, surdos ouvindo, cegos enxergando e mudos proclamando gritos de júbilos. Mas para que isso aconteça é preciso que passemos todos por uma transformação de mente, descrita em Romanos 12:2: “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”.

Somos diferentes, selados pelo sangue do Cordeiro. Somos o templo do Espírito Santo e não pertencemos a nós mesmos. Porém, se cometemos a prostituição, pecamos contra o nosso próprio corpo, que é o templo do Espírito Santo. Isto é um ato terrivelmente abominável diante de Deus, e se queremos carregar a glória do Senhor e sermos a arca viva do Pai, atraindo os Seus milagres, precisamos seguir a palavra que fala para fugirmos da prostituição (1º Coríntios 6:18-20).

Estes são dias de definições para o nosso verdadeiro chamado, por isso, não podemos ter dupla personalidade. Devemos nos santificar sem questionar a Deus, somente obedecer e prosseguir, pois Deus não permitirá que o santo se misture bebendo de águas estranhas e permanecendo no Seu altar. Pois o Senhor nos declara, através do livro de Ezequiel 22:26 e 44:23, que o santo e o profano não se misturam.

Não podemos negociar a nossa unção, o nosso chamado, pois fazemos parte desse novo tempo, onde os altares da nação brasileira estão sendo transicionados pelos sacrifícios de uma nova geração que se levanta para ser a resposta do avivamento. Somos frutos do maior sacrifício feito por Cristo Jesus na cruz do calvário, e assim como Davi anunciou a chegada da glória de Deus na cidade de Jerusalém, essa nova geração dança em santidade anunciando em toda a terra a volta do Messias.

O que é preciso para ser ministro de dança ?


1. Chamado de Deus:  Deus tem um plano especifico para cada um. Todos tem um ministério em sua vida. Na dança, é preciso ter convicção de que este é o serviço que Deus quer pra você. Muitas vezes, as pessoas procuram participar do ministério de danças por status, pela beleza, querem estar em evidência. Mas isso não é bênção nem pra pessoa, nem para o ministério. Elas estão apenas adiando o melhor de Deus para elas.

2. Dom: Deus deu talentos diversos a todos. Para exercer o ministério de dança é necessário ter o dom natural para isso. Deus não te chama pra algo que ele não capacitou previamente. É preciso haver humildade para reconhecer em nós o dom que Deus nos deu.

3. Dedicação: dedicação é algo muito importante. Ser fiel aos ensaios, treinar bastante para apresentar ao Senhor o nosso melhor. Aperfeiçoar-se tecnicamente. Empenhar-se na obra de Deus. Isso é dedicação.

4. Obediência aos líderes: no ministério estamos debaixo de autoridades: o líder da dança, o líder do louvor, o pastor da igreja. Precisamos permanecer dentro da visão do ministério, debaixo de obediência para que o louvor flua sem impedimentos.

5. Consagração: a consagração compreende a separação para dedicar-se ao Senhor. Buscar a santificação, buscar a presença de Deus em oração. Abster-se do pecado, da “aparência do mal”(I Tes. 5:22).É estar em comunhão com o Espírito Santo. O salmo 24 diz: “Aquele que tem mãos limpas e um coração puro”. É assim que devemos nos apresentar ao Senhor.